enem-2017-tera-mudancas

Enem 2017 terá mudanças

As inscrições começam em 8 de maio. Quem pretende prestar o exame deve ficar atento às mudanças.

Criado para avaliar o nível de conhecimento dos estudantes do último ano do Ensino Médio, o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) tornou-se o principal critério de seleção e participação em importantes programas do Ministério da Educação voltados para o ingresso no Ensino Superior, como PROUNI, FIES e SISU.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) publicou o edital do Enem 2017 no site http://enem.inep.gov.br. É conveniente que esse documento seja lido por todos os interessados em participar do exame, a ser realizado no mês de novembro.
Entre as mudanças, estão o aumento da taxa de R$ 68,00 para R$ 82,00 para aqueles que não conseguirem a isenção do pagamento, além da invalidação do exame como certificado do ensino médio. Segundo representante do Inep, em entrevista ao G1, “o aumento da tarifa da inscrição se deu para atualizar os valores conforme o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) praticado em 2016 e para arcar com os custos operacionais e as melhorias implementadas no certame”. Além disso, a prova não será realizada em dois dias seguidos, sábado e domingo, como vinha ocorrendo. Após consulta pública sobre o exame e a demanda dos candidatos sabatistas (religiosos que só podem estudar ou trabalhar aos sábados após o sol se pôr), o exame passa a ser aplicado em dois domingos consecutivos. Neste ano, as datas fixadas são 5 e 12 de novembro.
Os interessados em realizar o exame devem ficar atentos às regras e aos prazos. As inscrições ficarão abertas a partir das 10h do dia 8 de maio e poderão ser feitas até as 23h59 (horário de Brasília) do dia 19 de maio. A taxa de inscrição deverá ser paga até o dia 24 de maio. Ficam isentos do pagamento os estudantes do terceiro ano do ensino médio da rede pública, candidatos com inscrição no CadÚnico, sistema que reúne famílias de baixa renda, e estudantes que se enquadrarem às exigências da Lei nº 12.799/2013.

DEIXE UM COMENTÁRIO

*

*